Seguro Desemprego 2018 Quem Tem Direito

Quem Tem Direito Seguro Desemprego 2018

O desemprego tem sido uma realidade muito triste e atual no Brasil e muita gente fica perturbada com a situação e não sabe ao menos dos seus direitos. Conheça mais sobre alguns de seus direitos como o seguro desemprego e quem tem direito.

O seguro desemprego 2018 é um benefício temporário dado ao trabalhador pelo Governo para aqueles que ficaram desempregados. É um benefício de assistência e seus dependentes durante certo período de tempo. Você garante o benefício com os recursos do recolhimento do PIS ou do PASEP.

seguro-desemprego-quem-tem-direito

Em 2017, como consequência da crise econômica que passamos, o governo começou cortando agravar mais a situação. Como consequência aconteceram mudanças trabalhistas no que diz respeito aos direitos dos trabalhadores, como o seguro desemprego. A principal regra para se tiver direito ao seguro desemprego é que esteja desempregado, mas, somente o trabalhador que foi dispensado e sem justa causa.

Quem Recebe o Seguro Desemprego 2018

O trabalhador que foi despedido sem justa causa pode ter direito ao seguro desemprego em 3 e 5 parcelas que vai depender do tempo de serviço que tinha na empresa com carteira assinada. Quanto às novas regras, o trabalhador que solicitar o benefício pela primeira vez terá que ter pelo menos um ano de carteira assinada consecutivamente antes da demissão; caso seja a segunda vez que tenha solicitado o benefício, será necessário que tenha pelo menos 9 meses consecutivos de carteira assinada no último emprego para poder solicitar o seguro desemprego. Já na terceira solicitação somente será necessário ter pelo menos seis meses de carteira assinada na última empresa.

Estas mudanças de regra no seguro desemprego aconteceram para evitar fraudes e desperdício de recursos públicos para pessoas que não tem direito ao benefício. Também a mudança veio para reduzir os custos da seguridade.

Outras regras para o seguro desemprego e quem tem direito são: além de ter sido demitido sem justa causa; não estar recebendo outro benefício trabalhista; não tenha participação em sociedade de empresas; estar no mínimo há menos dezesseis meses sem solicitar o seguro. Já os trabalhadores rurais precisam ter trabalhado no mínimo 15 meses nos últimos 24 meses.

No caso dos trabalhadores rurais, especificamente os pescadores artesanais, podem solicitar o seguro desemprego na época de defeso (de reprodução dos peixes e também chamado de seguro defeso). Também podem solicitar o seguro desemprego o trabalhador formal que esteja com seu contrato de trabalho suspenso para participar de curso de capacitação oferecido pelo empregador.

Regras Seguro Desemprego 2018

quem-tem-direito-seguro-desemprego

Solicitar Seguro Desemprego 2018

Embora pouco se saiba, para pedir este benefício do seguro desemprego tem um prazo para a solicitação do Seguro Desemprego 2018. Para o trabalhador formal o prazo é de 7 a 120 dias após a assinatura do contrato; empregado doméstico, o prazo de solicitação é de 7 a 90 dias após a assinatura da demissão; para os pescadores, até 120 dias após o aviso de proibição de pesca; e para o trabalhador que foi encaminhado para curso de qualificação, pode solicitar a qualquer momento durante o período de suspensão do trabalho.

Para solicitar o seguro desemprego, este pode ser realizado online através de um agendamento do seguro desemprego que após o preenchimento de algumas informações pessoais e no processo de agendamento será ofertado às datas, locais e hora para o trabalhador comparecer e formalizar o pedido.

Por isso, se esta desempregado, se enquadra nas condições informadas, não hesite na busca de seus direitos.

Leia Mais

Seguro Desemprego 2018 Agendamento

Fazer Agendamento Seguro Desemprego 2018

O seguro desemprego 2018 é um direito do trabalhador previsto na constituição federal. É uma ajuda financeira temporária (salários mensais dependendo dos últimos salários recebidos pelo cidadão) para o trabalhador formal que possui registro na CTPS (Carteira de trabalho e previdência social) que foi demitido sem justa causa. Além de dar ajuda financeira, o seguro desemprego possui a função de ajudar o trabalhador desempregado na procura de emprego, promovendo ações de orientação e melhoria profissional.

agendamento-seguro-desemprego

O Seguro Desemprego no Mundo

O seguro desemprego é utilizado em diversos países como Portugal, Suíça, Holanda, Alemanha e França. O país que mais oferece condições para o trabalhador desempregado no mundo é Luxemburgo que, em media oferece 84,2% dos salários anteriores, com duração de um ano. Além disso, para ter acesso ao seguro-desemprego, o trabalhador necessita ter trabalhado por apenas 16 horas por semana nas últimas 26 semanas.

O país que menos auxilia o seu trabalhador em relação a este benefício é os Estados Unidos que oferecem ao desempregado em média 40% à 50% do salário recebido por até 26 semanas.

Seguro Desemprego no Brasil

No Brasil, o beneficio foi implantado em 1986, pelo então presidente na época José Sarney. O Seguro-Desemprego possui previsão constitucional e também possui respaldo na Convenção da OIT (Organização Internacional do Trabalho).É Disponibilizado pela Caixa Econômica Federal e integra um dos vários benefícios da Previdência Social.

Fraudes Seguro Desemprego 2018

Apesar de ser uma ajuda muito benéfica para os desempregados de todo o país (o Brasil, de acordo com uma pesquisa do terceiro trimestre de 2016, possui cerca de 23 milhões de desempregados ou subutilizados),

o seguro-desemprego é vítima de constantes violações e fraudes originadas principalmente por simulações de demissões sem justa causa. E como consequência, o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) é constantemente vitimizado e prejudicado por graves desfalques.

Agendamento Seguro Desemprego 2018

Nos últimos anos, com a modernização do sistema dos programas federais, o agendamento do seguro-desemprego gerou maior facilidade e agilidade ao trabalhador que deseja ter acesso aos benefícios apresentados. Desde 2015, o agendamento do seguro-desemprego é feito através da internet no portal do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego). O agendamento é realizado através deste site: http://saaweb.mte.gov.br/inter/saa/pages/agendamento/main.seam

Primeiramente, é necessário procurar e clicar sobre o Estado e posteriormente a cidade desejada para o agendamento.

seguro-desemprego-agendamento

Após isso, é preciso informar novamente o Estado e a cidade. Em seguida, escolher a unidade de atendimento, clicar em tipo de atendimento e depois marcar a opção seguro desemprego.

Feito esse procedimento, faz se necessário informar o CPF, data de nascimento, telefone de contato e número do PIS.

Feito esse procedimento, será informado o dia e o horário que o trabalhador deverá ir à unidade do MTE da cidade escolhida para ter acesso ao seguro-desemprego.

É possível também, em casos de eventuais problemas em comparecer ao dia e horário marcados, remarcar esses itens. Basta selecionar “Reagendar” no lado esquerdo da tela. Saiba mais acessando www.segurodesemprego.com.br

Leia Mais

Consulta do Seguro Desemprego 2018 Liberado

Seguro Desemprego 2018 Liberado – Consulta

O Seguro Desemprego é um dos mais importantes benefícios dados aos trabalhadores brasileiros, pois com ele o empregado despedido poderá ter uma renda que vai auxiliar ele e sua família enquanto busca um novo emprego.

consulta-seguro-desemprego

O seguro desemprego 2018 é pago de três a cinco parcelas de forma contínua ou alterada, de acordo com seu tempo de trabalho. Algumas das principais regras desse beneficio é ter sido afastado sem justa causa e não possuir outra fonte de renda.

Ele é pago de três a cinco parcelas de forma contínua ou alterada, de acordo com seu tempo de trabalho. Algumas das principais regras desse beneficio é que você não pode ter saído sem justa causa – em outras palavras, se você foi pego roubando da loja ou agindo de forma indevida com os demais funcionários, você perde o direito de ter o seguro desemprego-, e você não pode ter outra renda. Então se você saiu do seu emprego normal, mas na semana seguinte, ou dia seguinte, já está empregado, você não tem o direito de receber o seguro desemprego 2018.

E a todos aqueles que querem consultar seu Seguro Desemprego 2018 para saber seu saldo, o número de parcelas que já recebeu ou alguma outra coisa assim.

Usando o Cartão do Cidadão para consulta do seguro desemprego 2018

Se você quiser verificar, ou apenas acompanhar, o andamento de seu benefício saiba que você pode usar o seu Cartão Cidadão. Para isso basta você ir em uma agência da Caixa ou em uma lotérica e solicitar a consulta ao seguro desemprego 2018 liberado.

Não se esquecendo de usar a sua senha, a mesma que cadastrou no cartão, seguindo esses passos você vai conseguir sacar, ou conferir, o seu seguro desemprego com segurança.

Se você é uma pessoa que esquece muito as coisas, se preocupe em deixar anotado em sua agenda ou celular a senha, pois se você acabar errando mais de três vezes seu cartão será bloqueado.

Já possuo conta na Caixa

seguro-desemprego-liberado-consulta

Se você já tiver uma conta na Poupança ou conta Caixa Fácil forma você poderá ficar mais tranquilo e vai facilitar ainda mais sua consulta ao seguro desemprego, pois você poderá acessá-lo através de sua conta na Caixa via internet ou em alguma agência Lotérica, como também em um caixa eletrônico e, obviamente, nas agências Caixa.

Não se esqueça que para você que é necessário que o seu  nome e o CPF registrados no Seguro Desemprego devem ser iguais ao nome e CPF registrados na da conta da Caixa.

Seguro Desemprego 2018 Consulta

Fazendo a Consulta do Seguro Desemprego pela Internet

Não tem muito mistério neste aqui também, basta você acessar o Portal do Cidadão Caixa, com seu número do NIS e/ou PIS/PASEP e a sua senha. Após colocar esses dois dados, clique em “ok” e siga enfrente.

Quando o site abrir procure a aba a onde está escrito Seguro Desemprego e clicando em seguida em Consulte o seu beneficio. Quando já estiver dentro, você vai conseguir vê todas as suas informações anteriores, tanto as parcelas que já foram efetuadas como também as parcelas restantes.

Não tenho senha cadastrada, como faço?

Se é a sua primeira vez consultando não se preocupe, cadastrar sua senha é algo simples também e sem demora.

seguro-desemprego-consulta-1

Primeiro você deve colocar o seu número do NIS no local solicitado e clicar em cadastrar senha no campo inferior. Em seguida vai aparecer o Contratado de Prestação de Serviços ao Cidadão, leia-o com atenção e somente então clique em aceitar.Na terceira e última etapa você deve eleger uma senha de seis a oito caracteres (sejam eles números e/ou letras), também deve preencher com a senha do seu Cartão Cidadão. Ao terminar de preencher tudo, você deve clicar em continuar, finalizando assim o processo de cadastramento da senha.

Simples assim, com todo esse processo feito você pode acessar o portal da Caixa e consultar o Seguro Desemprego, lembrando que não é apenas para este beneficio que o site da caixa serve, lá você também pode consultar o saldo do PIS 2018 e o extrato do FGTS.

 

Leia Mais

Seguro Desemprego 2018 – Parcelas

Valor das Parcelas do Seguro Desemprego 2018

O Seguro Desemprego é hoje uma das principais rendas familiares para aqueles que estão desempregados, criado para auxílio dos seus cidadãos, o Seguro Desemprego é um benefício dado a todo trabalhador que foi demitido recentemente, é um direito de todos e deve ser cumprindo de acordo com o regulamento de trabalho.

seguro-desemprego-parcelas

Para aquele que está para dar entrada no Seguro Desemprego, saiba que o Governo Federal subiu para R$1.643,72 – um aumento de R$101,48 reais em comparação ao último ano. Sendo que o valor mínimo da parcela do seguro desemprego continua sendo o mesmo valor do salário mínimo atual.

O número de parcelas que você tem direito a receber irão variar de acordo com o tipo de trabalho que você exercia, a quantidade de meses trabalhados e se já recebeu o benefício em algum outro momento.

Outra coisa que se deve ficar de olho é que a correção de valor pago que vale tanto para os trabalhadores demitidos por justa causa, quanto para os pescadores artesanais em período de defeso, incluindo também trabalhadores que foram resgatados de trabalhos escravo e profissionais com contratos de trabalho suspenso.

Como calcular o valor do Seguro Desemprego 2018?

Para calcular o valor do seguro desemprego, você deve fazer um levantamento de seus últimos três salários, antes de ser dispensado, e dividi-los por três.

  • Se o resultado da soma for R$ 1.450,23 multiplique o por 0,8 (80%);
  • Se o resultado for entre R$ 1.450,24 e R$2.417,29, deve ser multiplicado por 0,5 (50%) e somado a R$ 1.160,18.
  • Se por acaso o resultado for maior do que R$ 2.427,29, o valor da parcela será R$ 1.643,72 invariavelmente.

Existem outros detalhes que você deve conhecer antes de fazer seu pedido, eles são:

Caso seja sua primeira vez requerido o Seguro Desemprego:

Você vai receber 4 (quatro) parcelas do seguro desemprego, desde que você tenha trabalhado, no mínimo, 18 (dezoito) meses de carteira assinada.

Também, na primeira solicitação do benefício, você pode receber 5 (cinco) parcelas desde que esteja comprovado que você tenha trabalhado nos últimos 24 (vinte e quatro) meses.

Se esta é a sua segunda vez no pedido do benefício:

Você recebe 4 (quatro) parcelas do seguro desemprego, desde que esteja comprovado que tenha trabalhado, no mínimo, os últimos 9 (nove) meses.

Se você tiver trabalhado nos últimos 12 (doze) meses, suas parcelas vão ser 5 (cinco).

Se esta é a sua terceira solicitação de seguro desemprego:

Você vai receber 3 (três) parcelas desde que esteja comprovado, no mínimo, 6 (seis) meses de trabalho.

Caso você tenha trabalhado por 12 (doze) meses, no mínimo, as suas parcelas vão ser de 4 (quatro).

Serão 5 (cinco) parcelas do seguro desemprego, caso esteja comprovado, no mínimo, 24 (vinte e quatro) meses de trabalho.

Sendo assim, é correto afirmar que ao fazer a solicitação do seguro desemprego vai ser levado em conta seus últimos 3 (três) meses de salário, se você recebeu ou não em algum momento da vida o Seguro Desemprego, por quanto tempo você recebeu este seguro desemprego é a quantidade de meses que você trabalhou.

Tabela Número de Parcelas Seguro Desemprego 2018

tabela-parcelas-seguro-desemprego

Leia Mais

Seguro Desemprego 2018 – Valor, Regras, Consulta

Seguro Desemprego 2018 Consulta

Hoje em dia o Seguro Desemprego é o principal benefício do trabalhador que não está trabalhando, com ele o desempregado por sustentar sua família e ajudar nas despesas da casa até ser admitido novamente. Nos últimos anos o Seguro Desemprego sofreu diversas mudanças e alterações em suas regras.

Por esse motivo é indispensável o trabalhador ficar atento às suas regras e normas, para não ser pego de surpresa na hora de fazer a entrada de seu benefício.

seguro-desemprego

Seguro Desemprego 2018 Novas Regras

No ano de 2015, com a intenção de cortar despesas e reduzir a arrecadação mediante ao cenário econômico, o Governo Federal mudou algumas regras. Essas novas regras atingiram principalmente as pessoas que querem realizar o requerimento para receber seu Seguro Desemprego.

Antes das reformulações nas regras do Seguro Desemprego, você poderia requerer o benefício após seis meses de trabalho, além disso em muitos Estados se passou a pedir um agendamento prévio, através do portal online de atendimento, para evitar filas em seus postos de atendimento.

Com a nova regra, é necessário que você tenha exercido sua função nos últimos 12 (doze) meses, se for fazer seu pedido pela primeira vez. Caso você esteja pedindo por uma segunda vez, deve ter trabalhado por 9 (nove) meses. Já para solicitar uma terceira vez, é fundamental que você tenha trabalhado, no mínimo, 6 (seis) meses.

seguro-desemprego-regras

Valor do Seguro Desemprego 2018

Para saber o valor do seguro desemprego você precisa realizar alguns cálculos simples. Lembrando que o cálculo da parcela do seguro desemprego vai depender da sua faixa salarial de quando foi demitido.

  • Se você recebe até R$1.360,70, deve multiplicar o salário médio por 0,8 (80%);
  • Se seu salário for de R$ 1.360,71 até R$2.268,05, multiplica-se por 0,5 (50%) e soma a R$ 1.0088,56;
  • Se for acima de R$ 2.268,05, o valor da parcela será de R$ 1.542,24 invariavelmente.

Consulta Seguro Desemprego 2018

Hoje em dia não é mais preciso ir em uma agência da Caixa Econômica Federal para consultar seu Seguro Desemprego, essa consulta já pode ser feita pela internet.

Basta você acessar o site da Caixa Econômica, procurar a parte que corresponde ao Seguro Desemprego, preencher seus dados no Login, caso não tenha cadastro o cadastro é simples e fácil, com seu número do NIS e sua senha.

Por fim deverá clicar no botão ok, e se todas as suas informações estiverem corretas, você terá acesso a consulta de seu seguro desemprego.

seguro-desemprego-consulta

Como receber o Seguro Desemprego 2018

Para receber seu seguro desemprego, você deverá ir a uma agência do Sistema Nacional de Emprego, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, o Ministério do Trabalho. Dependendo da agência que você for, o atendente vai analisar sua situação para saber se você se enquadra ou não como um beneficiário, se você for aprovado, você poderá receber seu benefício em uma conta Poupança ou em uma conta corrente da Caixa.

É importante dizer que você somente irá receber seu Seguro Desemprego por meio da Caixa Econômica Federal, ou seja, na própria Agência da Caixa, correspondente a Caixa Aqui, e também nas casas lotéricas.

Leia Mais

PIS 2018

PIS 2018 Calendário

O Programa de Integração Social, conhecido como PIS, é um projeto do governo que busca a integração do empregado no desenvolvimento da empresa, ele assegura o pagamento do abono salarial, seguro desemprego e a participação da receita, tanto para as empresas públicas quanto para as privadas.

pis

Atenção: O Pis também está relacionado ao PASEP, o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, e muitas vezes eles irão aparecer juntos, dessa forma: PIS/PASEP.

Quem tem Direito ao PIS 2018

Em diversas situações, as pessoas que são cadastradas no PIS recebem um abono salarial, que equivale a um salário mínimo vigente, ou seja o salário que está em vigor. O rendimento do PIS/PASEP é recebido e sacado segundo seu calendário de pagamento, ele pode cair em sua Conta Bancária, caso você tiver uma conta na CAIXA, podendo retirar com os seguintes documentos:

  • Carteira de Identificação;
  • Carteira de Trabalho;
  • Passaporte emitido no Brasil;
  • Identidade militar;
  • Carteira de habilitação;
  • Cartão de Identificação para Estrangeiros.

Tem várias coisas que devem ser notadas, uma delas é seu número de PIS/PASEP não irá mudar quando trocar de empregador, apenas ocorre uma mudança de administração de Conta caso for realmente necessário.

Caso o trabalhador estiver falecido, os pendentes/familiares devem ter em mãos os seguintes documentos:

  • Declaração de dependentes habilitados para a pensão do INSS;
  • Atestados fornecidos pela empregadora, no caso de servidores públicos;
  • Alvará Judicial autorizando o pagamento ao sucessor legal junto de seu documento de identificação;
  • Escritura Pública do Inventário e partilha.

Seguro Desemprego 2018

O seguro-desemprego é hoje um dos mais importantes benefícios recebidos pelo trabalhador brasileiro, é costumeiramente pago em 3 (três) a 5 (cinco) parcelas de forma contínua ou alternada.

Ele é para todo trabalhador, seja ele formal ou doméstico, formal mas com o trabalho suspenso, pescador profissional e para aquele trabalhador que foi resgatado de condições semelhantes à escravidão.

pis-valor-pagamento

Documentos necessários:

  • Documento de Identificação;
  • A Carteira de Trabalho e Previdência social, CTPS, não importa o modelo;
  • Documentação de Inscrição do PIS/PASEP;
  • Seu Requerimento do Seguro desemprego;
  • CPF
  • Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho;

Para o requerimento do benefício segue-se os prazos:

  1. Trabalhador Formal – do 7º ao 120º dia, contados da data de dispensa;
  2. Bolsa qualificação – Durante a dispensarão do mercado de trabalho;
  3. Empregado doméstico – do 7º ao 90º dia, contados da data da dispensa;
  4. Pescador artesanal – durante o defeso, até 120 dias do começo da proibição;
  5. Trabalhador resgatado – até o 90º dia, ao contar a data de resgate.

Para aqueles que ainda persistir dúvidas, vá uma Caixa Lotérica, ou visite o site da Caixa Econômica, ele é a  agência oficial do governo para depósito desses benefícios. No site você também tem o calendário de pagamento do PIS 2018, caso você achar mais prático, também pode baixar o aplicativo oficial da Agência da Caixa, tenha em mentes que esses documentos/dados não podem ser deixados nas mãos de terceiros, não os dê para ninguém mesmo sendo seu filho, se fizer isso correrá risco até de perder seu benefício, então faça um esforço e vá pessoalmente receber seu PIS/PASEP e Seguro desemprego.

E lembre-se, isso é um direito seu, seja trabalhador formal ou doméstico, você tem o direito por Lei a esses benefícios.

Tabela PIS 2018

tabela-pis

Leia Mais